Meus amigos Cooperários

clair.jpgEstamos nos aproximando de mais uma data-base, momento de negociar os salários, o piso salarial e o valor do vale-alimentação, além das condições de trabalho, a segurança e o social. Enfim um momento de reflexão que todos temos que fazer para saber exatamente o que devemos pedir e o que é possível de atingir nessa campanha salarial 2017/2018. Fizemos uma proposta base para apresentar na assembléia, que deverá ser discutida, suprimida, ampliada ou modificada a critério da assembléia geral.

Dado ao cenário econômico e os últimos acontecimentos provocados por mais uma operação da Policia Federal, não conseguimos ainda medir os impactos que podem causar no comércio de carnes das cooperativas, o que por si só representa uma ameaça de proporções inimagináveis. Mesmo que nenhuma cooperativa tenha sido alvo dessa operação intitulada de carne fraca, todas foram atingidas de forma indireta, pois o mercado brasileiro como um todo está sob suspeição. Assistimos a mais um espetáculo da polícia federal e da mídia sensacionalista causando um prejuízo de lesa pátria ao setor que é um dos responsáveis pelo superávit da balança comercial e o sustentáculo da economia do país. Agora mais do que nunca, todos somos chamados para aumentar a vigilância e assumir o compromisso com a qualidade dos produtos cooperativados, que obrigatoriamente passam por nossas mãos.

Ainda, que em outro aspecto, quero usar esse expediente para refutar toda e qualquer manobra estabelecida pelo atual governo de retirar direitos e conquistas da classe trabalhadora. Não somos contra as reformas, mas sim da forma como o governo tem insistido em pontos cruciais de desregulamentação das normas que regem o trabalho. Sejam as reformas da previdência, trabalhista ou sindical. Todas elas colocando o trabalhador numa situação que reduz garantias, direitos e o enfraquecimento das entidades na sua representação. Estamos vigilantes e pedimos o apoio de todos para que mandem mensagens, e-mail, ou, ligue nos gabinetes com senadores e dos deputados federais cobrando o voto a favor dos trabalhadores. O Sintrascoop tem participado ativamente através dos diretores, de todos os atos contra os malefícios das reformas, mas precisamos de todos com o mesmo propósito para evitar que a aposentadoria seja algo nunca alcançado pelo trabalhador. Que os direitos conquistados a duras penas desapareçam. 

Vamos á luta! Grande abraço.

 
Clair Spanhol
Presidente